Fale conosco

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Gota D'água
08.10.2018
Sindae mobiliza moradores de Caravelas para discutir nesta terça sobre risco da privatização da água

Em novo capítulo da luta contra a privatização da água no Extremo Sul da Bahia, o Sindae vai participar da sessão que a Câmara de Vereadores de Caravelas convocou para esta terça (dia 9), às 16 horas, com a finalidade de discutir com a população a entrega dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário para uma empresa mineira.

Além de dirigentes do Sindicato, a reunião desta terça contará com a presença de representantes da Embasa e de vereadores contrários a essa proposta. Moradores da cidade estão convocados a participar da reunião, até porque, se concretizada a privatização, serão os principais prejudicados. Em todas as cidades onde a água foi privatizada houve aumento abusivo de tarifa e queda na qualidade do serviço.

A Prefeitura de Caravelas marcou para o próximo dia 30 uma licitação para “escolher” a empresa que assumirá o controle dos serviços, tudo baseado num plano municipal de saneamento repleto de irregularidades e que não seguiu o previsto na Lei 11.445/2007 (Lei Nacional do Saneamento Básico). Por trás desse processo está a Construtora Prefisan, de Minas Gerais.

Conforme a lei, a elaboração do plano municipal deve ser discutida com a sociedade, deve abranger toda a área municipal (sede e distritos) e ainda conter a previsão de investimento. Como não é especialidade da Prefisan, o plano não tem nada disso e vem sendo chamado de “fake”. Como não pretende investir, a empresa só quer operar serviços onde já existe rede e equipamentos implantados.

O Sindae está entrando com denúncia junto aos Ministérios Públicos Federal e do Estado sobre o esquema de privatização da água no Extremo Sul. Além de Caravelas, o mesmo se dá em Belmonte, Prado, Alcobaça, Nova Viçosa, Mucuri e Eunápolis, todos articulados com a Prefisan. Em 2016, essa empresa teve diretores denunciados pelo Ministério Público Federal por suposto envolvimento em fraudes num contrato de R$ 4,7 milhões entre a prefeitura de Governador Valadares e a União.

CUT DIEESE FNU
Nosso endereço:
Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - Bahia - Brasil.
CEP.: 40070-100 - Tel.: *71 - 3111-1700* - Fax.: 71 3013-6913 secretaria@sindae-ba.org.br
Viewnet