Fale conosco

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Baixe o Gota D'água
Gota D'água
08.10.2018
TOMENota: CERB I

O sindicato voltou a cobrar na semana passada, via novo ofício, uma reunião com representantes do governo do estado para tentar resolver a situação do acordo coletivo da Cerb. Até o momento o governo não se pronunciou sobre algumas questões levantadas pelo sindicato para fechar o acordo, em especial quanto à revisão do valor pago pelos pais e mães de empregados para custeio do plano de saúde, pois desde que houve a mudança para o Planserv o valor não foi atualizado, onerando muito e causando sofrimento aos empregados.

CERB II
A direção do sindicato continua cobrando da diretoria da Cerb uma resposta em relação aos empregados que foram excluídos da promoção por antiguidade por ordem da PGE. A empresa ficou de consultar sua assessoria jurídica e resolver o problema, até porque é uma situação absurda e gerará mais uma demanda judicial para o já volumoso estoque de processos que a companhia acumula por descumprimento de direitos trabalhistas.

CESTA BÁSICA
O custo da cesta básica em Salvador cresceu 1,26% no mês de setembro, passando a custar R$ 315,86, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). No mês, houve aumentos nos preços médios da banana da prata (11,43%), do leite longa vida (3,31%), do óleo de soja (3,247%), da manteiga (2,33%), do arroz branco (2,02%), da carne de primeira (1,35%) e do tomate (1,23%). Quando se compara o custo da cesta básica em Salvador com o salário mínimo líquido, ou seja, após o desconto referente à Previdência Social, verificamos o comprometimento de 35,99% do mesmo para a aquisição de uma cesta em setembro de 2018.

SALÁRIO NECESSÁRIO
Com base na cesta básica mais cara, que, em setembro, foi a de Florianópolis, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o DIEESE estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário. Em setembro de 2018, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.658,39, ou 3,83 vezes o salário mínimo nacional, de R$ 954,00.

CUT DIEESE FNU
Nosso endereço:
Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - Bahia - Brasil.
CEP.: 40070-100 - Tel.: *71 - 3111-1700* - Fax.: 71 3013-6913 secretaria@sindae-ba.org.br
Viewnet