Fale conosco

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Gota D'água
24.09.2018
Sindae faz críticas à proposta da Embasa para o PPR

Na terceira reunião da comissão técnica que está discutindo a proposta de Programa de Participação nos Resultados 2018 da Embasa, realizada na última quarta-feira (19/09), o sindicato fez críticas à proposta apresentada pela empresa no início das negociações. Apesar da proposta de alteração do indicador IEO pela margem EBITDA ser considerada positiva, o sindicato questionou tanto o peso excessivo proposto pela empresa pera este indicador, que seria o único empresarial (global) e representaria 50% do programa, quanto o percentual mínimo de 90% para atingimento da meta. A posição do sindicato é que o percentual mínimo seja o mesmo das demais metas, ou seja, 80%.

O sindicato também questionou a alteração das metas de Ligação de Água e Esgoto, que deixariam de ser globais e passariam a ser setoriais na proposta da empresa. Foi destacado que essas metas sempre foram empresariais e dão mais flexibilidade ao planejamento da empresa, de modo que eventuais alterações de financiamento, de alocação de recursos ou de decisões de redirecionamento de prioridades por parte da diretoria da empresa ao longo do ano não prejudiquem os trabalhadores de algumas unidades regionais.

Com relação às demais metas setoriais, o sindicato propôs que sejam mantidas com o mesmo peso do acordo anterior, totalizando 60% do programa, de modo que sejam mantidos os outros 40% para as metas globais, ou seja, a margem EBITDA e os indicadores de Acréscimo de Ligações de Água e Acréscimo de Ligações de Esgoto. O sindicato propôs também que, finalizado o relatório da comissão técnica, seja marcada uma reunião com a diretoria da empresa para discussão dos percentuais de distribuição do montante entre a parte linear e a parte proporcional à remuneração dos empregados, a partir dos dados levantados no estudo preparado pela comissão.

Na reunião ainda foi apresentado um estudo sobre a metodologia da meta de Pesquisa de Satisfação do Cliente. Foi avaliado que não há condições de fazer alterações na metodologia para este ano, mas que é preciso elaborar um novo modelo para o ano que vem. Outro ponto discutido na reunião foi a possibilidade jurídica de assinar o acordo de PPR para dois anos, mas a posição do sindicato é de assinar dois acordos separados, de 2018 e 2019, mas que podem conter os mesmos parâmetros negociados esse ano, ressalvadas as alterações nas metas definidas pela agência reguladora.

A quarta e última reunião da comissão técnica da PPR está marcada para esta quarta-feira (26/09), às 14:00h, no CAB, quando deve ser finalizado o relatório de comissão e encaminhado para a diretoria da empresa, quando a negociação deve entrar em outra fase.

CUT DIEESE FNU
Nosso endereço:
Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - Bahia - Brasil.
CEP.: 40070-100 - Tel.: *71 - 3111-1700* - Fax.: 71 3013-6913 secretaria@sindae-ba.org.br
Viewnet