Fale conosco

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Baixe o Gota D'água
Gota D'água
18.06.2018
Efeito devastador do golpe: 63 milhões de brasileiros (as) estão na inadimplência

(As dívidas se acumulam e mostram uma realidade bem diferente da propaganda golpista de que a economia melhorou, como diz o presidente da CUT Nacional, Vagner Freitas)
O número de brasileiros (as) inadimplentes subiu para 63,29 milhões em maio - 2,78% a mais do que no mesmo mês do ano passado, segundo pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

A região Sudeste lidera o ranking de inadimplentes, com 26,94 milhões de pessoas, ou seja 41% da população com contas em atraso, registradas em lista de devedores e, portanto, com restrições à contratação de crédito ou compras a prazo. Em seguida, aparecem as regiões Nordeste, com 17,45 milhões (43% da população adulta); o Sul, com 8,15 milhões (36% da população adulta); Norte, com 5,8 milhões de pessoas (48%); e o Centro-Oeste, com 4,94 milhões de inadimplentes (42% da população).

Os dados, diz o presidente da CUT, Vagner Freitas, contrariam a propaganda do governo ilegítimo e golpista Michel Temer, que insiste em afirmar que o Brasil saiu da recessão, ignorando os mais de 13 milhões de brasileiros desempregados, os juros abusivos e a perda de renda real dos últimos anos. "A quantidade de dívidas se acumulando nas casas dos trabalhadores e trabalhadoras mostram uma realidade bem diferente da propaganda golpista", afirma Vagner.

A pesquisa do SPC Brasil e da CNDL sobre as contas em atraso mostra um crescimento das dívidas bancárias, que incluem cartão de crédito, cheque especial, empréstimos, financiamentos e seguros. Houve uma alta de 6,42%, o mesmo acontecendo nas contas com empresas do setor de comunicação, como telefonia, internet e TV por assinatura (5,14%).

CUT DIEESE FNU
Nosso endereço:
Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - Bahia - Brasil.
CEP.: 40070-100 - Tel.: *71 - 3111-1700* - Fax.: 71 3013-6913 secretaria@sindae-ba.org.br
Viewnet