Fale conosco

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Baixe o Gota D'água
Gota D'água
16.04.2018
Nova norma de diárias da Embasa põe em risco a vida dos trabalhadores

A nova norma de diárias da Embasa está causando revolta entre os trabalhadores e é mais um exemplo da atual política irresponsável de corte de custos “a todo custo”. Ao que parece, a nova norma foi feita por quem não conhece a empresa e fica o dia todo sentado em salas com ar condicionado que mais parecem frigoríficos. A norma simplesmente desconhece a realidade de quem trabalha em campo e expõe trabalhadores a risco de morte nas estradas.

Pela nova norma divulgada pela empresa, as diárias só serão pagas para viagens em distâncias acima de 100 quilômetros. O problema é que na área operacional, onde os burocratas fazedores de normas nunca pisaram, muitos serviços de manutenção não podem ser interrompidos para não prejudicar a população e acabam entrando pela noite. Por conta dessa nova norma, os empregados que passam o dia todo e entram pela noite trabalhando para finalizar os serviços, mesmo extenuados, são forçados a pegar a estrada e retornar à sua unidade de origem altas horas da madrugada, pondo em risco suas vidas, pois estão cansados e tem que viajar após muitas horas de trabalho. É difícil imaginar que tipo de política sádica é essa praticada pela empresa, ao que parece uma política de ódio contra os trabalhadores, em especial ao pessoal de campo do interior.

Outra questão polêmica, até o momento sem resposta, é que a Embasa está exigindo notas fiscais para comprovação de despesas para recebimento de reembolso, mas não está claro se serão aceitas apenas notas fiscais eletrônicas ou qual outro tipo de nota. Essa é uma questão complexa, porque em muitas cidades do interior é difícil almoçar ou se hospedar em locais que emitem notas ficais. O próprio Estado e as prefeituras não fazem o seu trabalho de fiscalizar os estabelecimentos comerciais para que emitam corretamente as notas ficais, mas são os trabalhadores da Embasa que tem que pagar o pato pela incompetência do poder público? O setor jurídico do sindicato está analisando essa nova norma de diárias e estudará ações cabíveis contra as irregularidades detectadas.

CUT DIEESE FNU
Nosso endereço:
Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - Bahia - Brasil.
CEP.: 40070-100 - Tel.: *71 - 3111-1700* - Fax.: 71 3013-6913 secretaria@sindae-ba.org.br
Viewnet