Fale conosco

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Gota D'água
05.03.2018
Carreira na Embasa tem seus desafios e poucas oportunidades

Ao longo dos seus 46 anos de existência, a Embasa é uma empresa que reserva oportunidades e desafios para quem deseja seguir a carreira de gestão. Liderar equipes e processos é sempre um divisor de águas para quem prefere optar por continuar na carreira técnica, já que o atual plano de carreira existente na empresa não vislumbra novos horizontes a serem seguidos.

Citada como empresa de “engenharia”, muitas gerências são ocupadas por profissionais do cargo de Analista de Saneamento, como se apenas esses pudessem ocupar a função de gerência. O que não é verdade. Em diversas localidades e unidades, já observamos uma mudança desse perfil, garantindo assim oportunidade para aqueles profissionais no cargo de Assistente de Saneamento (nível médio e técnico) que se destacam no dia a dia.

Das mais de 700 funções gratificadas, cerca de 60% são ocupadas por empregados que entraram no concurso de 2004. O que mostra uma renovação em busca de melhoria contínua através da contratação de novos empregados. Em Jun/17, foi possível verificar que existiam 390 funções gratificadas ocupadas por empregados (as) de nível médio e técnico. Dessas, 61 estavam lotadas em Gerência de Unidade, Gerência Setorial I e II. Entre elas, 15 são de nível médio na função de Agente Administrativo.

A oportunidade existe em especial para aqueles que buscam contribuir para o processo de melhoria da empresa e mesmo com todas as limitações impostas pelo modelo de gestão que impõe limitações diversas, sejam elas, falta de recurso, material, demora nas solicitações, etc., o empregado permite ser propositivo em busca de alternativas para solucionar os problemas diários.

Nas últimas modificações de gestão, o empregado Marcos Rocha, Assistente de Saneamento, assumiu a gerência de Patrimônio que engloba as divisões de Segurança Patrimonial, Bens Móveis e Imóveis e Documentação. Oriundo do concurso de 2009 teve passagem por gerência de Escritório Local, participação em Inventário, dentre outras atividades.

Em Irecê, a trabalhadora, Jocileide Calvalcanti, está na gerência Comercial. Na cidade de Santo Antônio de Jesus, o companheiro Gildeone Almeida comanda a unidade da empresa naquela localidade. Ambos, são contratados em funções de nível médio.

Para aqueles que estão nos escritórios locais, o desafio ainda é maior, pois além da pressão no cumprimento de metas, são esses trabalhadores (as) que: gerenciam procedimentos de operação de água, coleta e tratamento de esgoto (nas localidades que dispõe do serviço), negociam serviços junto a prefeituras, gerenciam folha de ponto, etc. São os verdadeiros heróis e heroínas, pois não contam com a mega estrutura de gestão das unidades regionais.

Poderíamos citar aqui muitos outros valorosos companheiros (as) que são egressos dos últimos concursos. A todos eles, desejamos sempre boa sorte e sucesso nessa nova empreitada. A valorização do profissional de nível médio e técnico começa pela “oportunidade”. Todos são capazes de fazer o diferencial. Basta que seja dada a eles a chance de mostrar potencial.

A direção da Embasa tem pela frente um horizonte promissor para a classe trabalhadora: adotar medidas de valorização como adicional de titulação, reconhecimento por contribuições que ajudem a empresa continuar crescendo, treinamentos específicos para aqueles que desejam assumir cargos de gerência e que, estejam alinhados com as melhores práticas de gestão, que busque o cumprimento de normas e regras do mundo do trabalho, com ênfase, na Saúde e Segurança do (a) trabalhador (a).

Cabe sugerir ainda que a Empresa adote e efetive outras formas de reconhecimento profissional no próprio cargo, para não correr o risco de perder um excelente profissional, “promovendo-o” a gestor, sem que o mesmo tenha perfil para tal. O sucesso da Empresa diz respeito a aproveitar as aptidões profissionais individuais que garantam melhor realização profissional para o empregado e em consequência uma maior produtividade para a Empresa.

CUT DIEESE FNU
Nosso endereço:
Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - Bahia - Brasil.
CEP.: 40070-100 - Tel.: *71 - 3111-1700* - Fax.: 71 3013-6913 secretaria@sindae-ba.org.br
Viewnet