Fale conosco

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Baixe o Gota D'água
Gota D'água
30.10.2017
Mais um golpe: governo entrega novos campos do pré-sal para multinacionais

Cumprindo o roteiro do golpe e da entrega do patrimônio nacional, o governo de Michel Temer fez dois leilões de campos do pré-sal na última sexta (27), no Rio de Janeiro, entregando por uma bagatela seis áreas de exploração. As áreas leiloadas contêm pelo menos 12 bilhões de barris de petróleo de alta qualidade, e custarão às multinacionais vencedoras dos leilões o equivalente a um irrisório R$ 0,01 o litro.

O governo golpista comemorou o presente dado às multinacionais, apesar dos protestos promovidos pela Federação Única dos Petroleiros, centrais sindicais, sindicados e movimentos sociais. Às vésperas dos leilões, inclusive, o governo conseguiu "derrubar" uma liminar concedida pela justiça do Amazonas contra essa imoralidade. Durante toda a semana ocorreram manifestações da classe trabalhadora, inclusive na Bahia.

Apenas duas empresas brasileiras participaram dos leilões: a OP Energia e a Petrobras, mesmo sendo o pré-sal tão lucrativo que já compete com o Oriente Médio. Um único poço dessa área pode produzir cerca de 40 mil barris/dia, mais do que a média de um campo inteiro de outras bacias de exploração.

Além da entrega dessas áreas, o governo colocou em curso um processo de desindustrialização do setor, gerando milhares de desempregos, em todos os estados brasileiros. Tudo isso sem falar das isenções fiscais que estão sendo garantidas às multinacionais.

Esse crime de lesa-pátria é comemorado pelo presidente da Petrobras, Pedro Parente, que está garantindo à Shell e outras multinacionais o papel estratégico antes ocupado pela empresa brasileira na operação do pré-sal. De acordo com o coordenador da Federação Única dos Petroleiros, José Maria Rangel, "vão entregar o pré-sal por um preço menor que o de uma garrafinha de refrigerante”, alerta ele, lembrando que, como o barril contém 159 litros de petróleo, o valor sairá a um centavo por litro. “As multis vão levar nosso petróleo pra fora do país e ainda teremos que importar derivados a um custo muito mais alto”, afirma.

CUT DIEESE FNU
Nosso endereço:
Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - Bahia - Brasil.
CEP.: 40070-100 - Tel.: *71 - 3111-1700* - Fax.: 71 3013-6913 secretaria@sindae-ba.org.br
Viewnet