Gota D'água

Dados comprovam que plano de saúde é sustentável e que não existe mau uso

26/08/2019

Para ter acesso aos dados completos, clique aqui

Em nova reunião da comissão instituída para discutir o plano de saúde, realizada na última sexta (23), o Sindicato apresentou dados que comprovam a sustentabilidade econômica do plano de saúde no modelo atual, não havendo razão para a Embasa cobrar nova parcela de participação do (da) empregado (a). O índice de sinistralidade (atendimento médico) ficou em 76% em 2018, mantendo-se essa mesma trajetória de janeiro a junho deste ano.

Isso garante uma folga de 24% para a operadora de saúde, onde reside o lucro. Aliás, é um nível abaixo dos 85% que, pelo contrato, exige um pagamento adicional à operadora. Salienta-se, ainda, que a sinistralidade entre empregados (as) ativos (as) está em 67% - e que poderia ser ainda menor, pois parte considerável do atendimento médico buscado pela categoria decorre das más condições de saúde e segurança oferecidas pela empresa, tanto que o Ministério Público do Trabalho registrou o descumprimento de 72 itens e forçou a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que segue sendo descumprido em grande parte.

O Sindicato também colocou que o uso racional do plano de saúde deve ser uma rotina na gestão do contrato, que haverá um novo concurso público e o ingresso de novos (as) empregados (as) reduzirá ainda mais a sinistralidade, além de que uma licitação para contratar uma nova operadora do plano de saúde pode se tornar inviável diante da crise que o setor de intermediação de saúde atravessa. Também voltou a cobrar a implantação da modelo de autogestão, citando experiências de êxito desse modelo implantado no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª. Região e em várias empresas públicas.

A representação da Embasa na comissão questionou os dados apresentados pelo Sindicato e argumentou que a autogestão não é objeto de discussão no momento. A última reunião da comissão será realizada na próxima sexta (30), com a apresentação de um relatório.