Gota D'água

Cetrel e DAC avançam na negociação, mas ainda é pouco

08/07/2019

Depois de muito insistir na concessão pura e simples de um reajuste de 4% para o salário e benefícios, a Cetrel e a DAC resolveram mudar a proposta durante a última negociação com o Sindicato, na última quinta (27), garantindo um avanço. Ofereceram reajuste de 5% para o salário e de 10% para os benefícios econômicos. É uma proposta que ainda tem muito por evoluir e uma nova reunião será realizada na próxima terça (9).

Pela proposta dela, só como exemplo, o auxílio creche passaria de R$ 970,00 para R$ 1.067,00; o do portador de necessidades especiais de R$ 1.210,00 paras R$ 1.331,00; o alimentação de R$ 44,00 para R$ 48,00; o educação de R$ 970,00 para R$ 1.067,00; e o auxílio funeral iria de R$ 6.600,00 (titular) para R$ 7.260,00.

O Sindicato manteve sua proposta anterior, que prevê reajuste salarial de 5,07% mais R$ 300,00 a título de ganho real; auxílios creche e educação de R$ 1.300,00; portador de necessidades especiais de R$ 1.800,00; auxílio funeral de R$ 7.200,00 (valor igual para o (o) empregado (a) e seus dependentes); alimentação com cesta básica no valor de R$ 1.210,00 (R$ 55,00 por dia multiplicado por 22 dias); assistência médica supletiva sem ônus para os (as) empregados (as) e ajuda de custo de R$ 300,00 para os empregados em viagem a serviço da empresa.

Jaguaribe – Ainda na semana passada, depois de muito insistir, o Sindicato conseguiu que a Jaguaribe “despertasse” para a necessidade de negociar o novo acordo coletivo de trabalho. Uma primeira reunião deve acontecer na próxima semana, ficando de ser confirmada a data do próximo dia 10.